Quem Somos

Centro Cultural 25 de Julho de Porto Alegre

25 de Julio de 1824 – fecha oficial del inicio de la inmigración alemana en Brasil

Em seguida ao término da Segunda Guerra Mundial foi organizada em Porto Alegre uma ação de ajuda humanitária denominada “Socorro a Europa Faminta – SEF“, através da qual muitos alimentos e roupas foram enviadas à Alemanha. Em 1954 o Centro Cultural 25 de Julho de Porto Alegre recebeu uma carta do Primeiro Presidente Alemão da então Republica Federal da Alemanha, Theodor Heuss, expressando seu agradecimento e de todo povo alemão pela ajuda prestada através da SEF. Acompanharam a carta candelabros elaborados por artistas alemães com os dizeres: Dankspende des Deutschen Volkes – 1951 (Agradecimento do povo alemão – 1951)

Participaram desta ação humanitária vários integrantes de grupos de corais. Entre eles estava o antigo “Coro Masculino da Sociedade de Canto Eintacht de Porto Alegre”, fundado em 1881, e que encerrou suas atividades em 1940 com o inicio da guerra. Em 1950 os coralistas formaram um novo coral, o Coro Masculino 25 de Julho. Este primeiro coral deu a partida para a fundação do Centro Cultural 25 de Julho de Porto Alegre , que ocorreu em 1951. Inicialmente estavam alojados nos fundos de um edifício na avenida Cristovão Colombo, e em 1961 inaugurou sua sede própria.

Contando com o coro Masculino, um grupo de teatro em alemão, uma ativa biblioteca e um jardim de infância, entre várias outras atividades, lentamente outros grupos culturais se integraram ao Centro Cultural 25 de Julho. Grupos de cordas, orquestra, grupo de danças infantil e juvenil  também resultaram em sucesso. Permanecem em plena atividade até hoje o Coro Masculino, O Coral Misato, atualmente denominado Expresso 25 e o grupo de Danças Folclóricas Alemãs  “Tanz Mit Uns”. Somaram-se a estes ainda o coro Feminino Fêmina Vox 25, o grupo de culinária Max und Moritz e o grupo de amizade Flamboyant.

Além destes grupos culturais, atualmente o Centro Cultural 25 de julho abriga em sua sede o Grupo cultural Schalaraffia, uma escola de danças de salão , um centro de línguas, um estúdio de gravações, um aconchegante restaurante executivo onde consta uma pizzaria noturna em agradável ambiente. O “25” também conta com  projeto voltado à revitalização de biblioteca no sistema de “leva e traz“ de livros, que podem ser colhidos no Lobby de entrada do Centro Cultural, e um acervo direcionado à historia da imigração Alemã no Brasil, que poderá ser disponibilizado para pesquisas e interessados de forma geral. Compõem também o  25 de Julho salões para locações de festas e eventos bem como salas para cursos, o que agrega ao Centro Cultural um público muito diversificado. As constantes melhorias em todos os espaços  objetivam cada vez mais acolher de forma excelente todos os frequentadores do nosso 25.