Teatro de Bonecos (Teatro de Formas Animadas)

Atualizado: Mai 15

Com o Ator Bonequeiro Paulo Martins Fontes


Oficina de Miniaturização

Com o Ator Bonequeiro Paulo Martins Fontes

Metodologia:

Etapa 1 (1° dia/ 2 turnos)

- Miniaturização e seu histórico no Teatro de animação - O Teatro Lambe-Lambe e as técnicas de teatro de animação.

Etapa 2 (2° dia/ dois turnos)

- Planejamento e criação da dramaturgia e forma animada a ser manipulada

- Construção da partitura de ações e manipulação da forma animada em miniatura

Justificativa: Pautado na formação do Teatro de Formas Animadas Miniaturizado e com o objetivo de oferecer tanto ao público não especializado como também aos profissionais da área, organizamos um programa de curso enfocando o aspecto técnico como parte fundamental na criação do personagem, em se tratando de teatro de marionetes miniaturizados. O Programa compreende, Preparação corporal para a manipulação, Teoria da elaboração gráfica do projeto da marionete (eleição de materiais, acabamentos e maquiagem), construção do boneco, além de noções básicas de manipulação com o mesmo dentro do seu espaço de teatro miniaturizado, ao longo de 08 dias de trabalho. As metodologias e técnicas aplicadas são o resultado do trabalho de Paulo Martins Fontes, como artista profissional com mais de 28 anos dedicados à construção de marionetes e produção de atrações de Teatro de Formas Animadas.

Essa oficina é necessária para a formação de novos núcleos artísticos de Teatro de Formas Animadas (Teatro de Bonecos).

Obs.: O resultado das experimentações, feitas pelos oficinandos durante a oficina, serão apresentadas na hora a combinar do 2° dia.

Total de Oficinandos: Máximo 10

Total de Horas/aula desse projeto inicial: 8 horas em 2 dias, cada dia com 2 horas/aula por turno.

Necessidades Técnicas: (materiais) 02 bolas de isopor pequenas 8 cms de diâmetro; 01 m de corda de nylon com alma; 01 bastão de cola quente; 01 pistola de cola quente ; 02 palitos de churrasquinho; 02 varas de guarda-chuva; 01 serra de arco; 01 folha de lixa para ferro e 01 caixa pequena de massa epox 10 minutos.

Sobre Teatro lambe-lambe

O Teatro Lambe-Lambe, também conhecido como Teatro de Miniaturas, é uma linguagem de formas animadas que ocupam um espaço cênico mínimo formado por um palco em miniatura confinado em uma caixa preta de dimensões reduzidas. Nesse espaço são apresentadas peças teatrais de curtíssima duração através da manipulação de bonecos, para um espectador por vez.

Seu nome faz referência aos fotógrafos de rua (lambe-lambe) que trabalhavam em praças e parques de várias cidades do Brasil no início do século XX. Originalmente, estes fotógrafos utilizavam máquinas, em forma de caixa, onde o processo de revelação consistia em lamber o negativo.

Essa linguagem considerada pelo grande mestre da construção de bonecos “Álvaro Apocalipse” (fundador do Grupo Giramundo/BH) como a grande invenção do século no Teatro de Formas Animadas foi criada e alavancada no Brasil como grande expressão, íntima e poética, pelas Baianas, Denise de Santos e Ismine Lima. Que perpetuam com graça, paixão e poesia essa linguagem até hoje.

Este nome "Teatro Lambe-Lambe" é uma homenagem a estes fotógrafos que por anos fizeram parte da cultura brasileira e hoje já se encontram em pleno anonimato. Essa linguagem é de origem remota com registros do antigo oriente que reaparece no Brasil na década de 90 e tem estado presente em mostras paralelas em festivais de Formas Animadas.

Referência de produções de Teatro de Formas Animadas Miniaturizadas da Cia Gente Falante – Teatro de Bonecos - 30 Anos

CIRCO MINIMAL (Criação e Execução Paulo Martins Fontes): Prêmio Tibicuera 2003/ RS

PROJETO COMUNIDADE MINIATURIZADA (Criação e Execução Paulo Martins Fontes)


Resumo Histórico e curriculum da Cia e Oficineiro:

Cia Gente Falante originária de Salvador/Ba em 91, fundada e dirigida pelo ator-bonequeiro Paulo Martins Fontes. Consolidando há trinta anos uma pesquisa meticulosa da linguagem Teatro de Animação (Bonecos, sombras, objetos, figuras...) atuando em vários campos: Teatro, Dança, TV, Publicidade, Cinema, Terapia hospitalar, Literatura, Contação de histórias e já ocupou quase todos os espaços de teatro e parques de Porto Alegre em temporadas. Participou de vários festivais e mostras nacionais e internacionais, com participações especiais de seus espetáculos nos países do Mercosul (Argentina e Uruguai) e Espanha (Sevilla, Alcala La Real e Redondella). Atualmente a Cia possui onze produções no seu repertório: O Teatro de Sombras de Ofélia - 1999

(Prêmio Quero-quero SATED/Assembléia Legislativa/2006), 4 Contos para Teatro de Bonecos - 1998, Sidério/ Irmão do Espaço – 2001, Sob a Luz da Lua - 2000, João e Maria - 2001, Circo Minimal – 2003 (Prêmio Tibicuera Especial - 2004), Xirê das Águas/Odoyá – 2008, Louça Cinderella – 2010 (07 indicações e 03 Prêmios Tibicuera 2011 de melhor Luz, melhor cenografia e melhor ator), Xirê das Águas/Orayeyê Ôh – 2011, Caixa de Música – 2012 e Maria Peçonha 2020.

instagram: @ciafalante

e-mail: ciagentefalante@gmail.com