15 - Schlaraffia

A Schlaraffia foi fundada em 1859, em Praga (República Tcheca), por pessoas ligadas às artes cênicas daquela capital. Divertiam-se ridicularizando e satirizando a nobreza e o funcionalismo que se digladiavam na disputa de títulos e comendas. Elas faziam estas sátiras em debates, récitas e cantos.

.

Hoje, a Schlaraffia é uma organização mundial com cerca de 12 mil homens autodenominados de "Schlaraffos" (Schlaraffen), que se dedicam aos assuntos da arte, da amizade e do humor, excluindo-se porém qualquer abordagem de política, negócios e religião. Não é uma sociedade secreta: está aberta a qualquer cidadão que possa se comunicar em alemão, a língua de origem dos Schlaraffos.

Sala dos Cavaleiros

Quem ingressa nesse jogo cheio de fantasia, sátira e caricatura passa por um período de iniciação no qual recebe a denominação de Peregrino (Pilger). Se continuar, torna-se Aprendiz (Prüfling) e, depois, sucessivamente, Escudeiro (Knappe) e Morgado (Junker), para finalmente ser elevado à categoria de Cavaleiro (Ritter), caso vença uma prova muito severa.


Inauguração da sala da Schlaraffia no Centro Cultural 25 de Julho

No Brasil, existem "reinos" (Reiche) da Schlaraffia no Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre. As reuniões ocorrem nos respectivos "castelos" (Burgen) onde os schlaraffos protagonizam e vivenciam seu jogo muito variado. As apresentações são divertidas, sérias e também meditativas. Schlaraffos são gozadores, “brigões” e piadistas, e as palavras fluem velozmente de um lado a outro.


O jogo da Schlaraffia segue regras consolidadas. Armaduras coloridas, com elmo de pano e espada de madeira, lembram os cavaleiros da Idade Média. Com seus nomes de fantasia, títulos, comendas e também um linguajar permeado de expressões próprias, os atuais Cavaleiros fazem o participante esquecer o dia a dia durante o jogo.

.

A Schlaraffia de Porto Alegre é denominada “Schlaraffia Porta Alegrensis - 340. Foi fundada em 17.05.1958 e funcionou originalmente nos porões do antigo prédio da Sociedade Germânia, na Av. Independência. Em 2002 passou a funcionar no Centro Cultural 25 de Julho de Porto Alegre e hoje conta com 27 membros ativos.


A porta da sala no Centro Cultural

A Schlaraffia em nível internacional é administrada por um comitê gestor formado por representantes das cinco federações (Alemanha, Áustria, Suíça, América do Norte e América do Sul). Jorge Lauck é o presidente da Federação das Schlaraffias da América Latina (Buenos Aires, Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Quito-Equador, Caracas-Venezuela). Este comitê se reúne presencialmente duas vezes ao ano e virtualmente sempre que necessário.

.

Fazem encontros quinzenais, procedendo a um cerimonial praticado na Schlaraffia de todo o mundo há 162 anos. Cada reunião acontece em torno de um tema, estabelecido em calendário anual, desenvolvido na forma de música, canto, poesia ou texto livre.


Festa Natal da Schlaraffia em 2019

Távola Rotunda-Krystalline Encontro em Família

Encontro virtual em 2020, durante a Pandemia. Rio, Quito e Porto Alegre

OBS.: Este texto é adaptado do texto de Jorge Lauck